{Coluna} Especial 10 anos da Turma Mônica Jovem - Final



Chegamos ao nosso derradeiro post sobre os 10 anos da Turma da Mônica Jovem! E, dando continuidade às minhas impressões sobre os trabalhos dos roteiristas, vamos começar pelo Emerson Abreu. Bem, falar das histórias criadas por ele é dar um “pause” no que foi desenvolvido para a TMJ e desviar para um novo caminho – tão bom quanto! A sua participação no roteiro começou com uma história na edição 5 - 1ª série, curiosamente a única edição que reúne historinhas independentes, que não possuem ligação uma com as outras, tal qual é feito na maioria das revistinhas clássicas; as edições 10, 20, 39 e 63 da 1ª série também são compostas por pequenas histórias, mas com algum tipo de ligação entre elas. Essa edição também traz pela primeira vez a Magali de cabelos soltos, passando prancha no cabelo enquanto conversa com as meninas, numa atitude tipicamente adolescente; mais à frente, nas tramas do Emerson, esse cabelo solto da Magá assume outra conotação, pois expõe uma nova característica da personagem.  

{Coluna} Especial: 10 anos da Turma da Mônica Jovem - Parte 4


Estamos de volta para a nossa penúltima passada no universo da Turma da Mônica Jovem! No encerramento do segundo post mencionei que não citaria o pessoal da equipe de artes (relembre aqui) mas não poderia deixar de falar do time de roteiristas: Flávio Teixeira, Petra Leão, Marcelo Cassaro e Emerson Abreu se revezaram na elaboração das histórias ao longo destes 10 anos, sendo que nos últimos 20 meses, após o reboot (reiniciaram a contagem das revistas em 2017, agora divididas em 1ª e 2ª série, lembram?), novos nomes entraram para a equipe. 

{Resenha} A Princesa Prometida



Título: A Princesa Prometida
Autor: William Goldman
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788551003213
Número de Páginas: 416
Ano: 2018
Classificação: 
Buttercup é uma camponesa que se apaixona perdidamente por Westley, o jovem humilde que trabalha na fazenda do pai dela. Juntos, eles descobrem o amor verdadeiro, mas um trágico acidente envolvendo um navio pirata os separa.
Em poucos anos, Buttercup se torna a mulher mais bonita de todos os reinos e acaba sendo pedida em casamento pelo sádico príncipe Humperdinck. Mas nada, nem um poderoso príncipe amante da caça, é capaz de separar esse amor, e o destemido Westley volta para resgatar sua princesa que foi prometida a outro.
Em uma paródia aos épicos clássicos, William Goldman escreve um divertido romance com direito a tudo que o gênero tem a oferecer: piratas, duelo de esgrima, traições, tramas políticas da realeza e um romance apaixonante. Esta edição de luxo em capa dura traz os textos extras que William Goldman escreveu para as edições comemorativas de 25 e 30 anos da obra original - que misturam ficção e realidade e ajudam a compor o universo emblemático que transformou a obra em um fenômeno.

Você já leu um livro sobre um livro? A Princesa Prometida foi originalmente escrito por Morgenstern e tem mais de mil páginas, porém, William Goldman ouviu a história pelo seu pai quando era pequeno, com algumas modificações, o que fez o livro se tornar uma das histórias mais especiais para Goldman, que, depois de anos, decidiu fazer uma edição "com as melhores partes". E o resultado é muito agradável.

{Coluna} Especial: 10 anos da turma da Mônica Jovem - Parte 3


Olá Pessoal! Estamos de volta com a terceira parte do nosso especial de 10 anos da Turma da Mônica Jovem (não leu os outros posts? Não tem problema você pode ler aqui e aqui). Hoje vou compartilhar com vocês minhas impressões relacionadas à participação e desenvolvimento de alguns personagens. Como disse no primeiro post, houveram mudanças básicas na personalidade deles: Magali deixou de ser esganada, Cascão passou a tomar banho, mas no geral, todos levaram para a adolescência as características clássicas de seus personagens. E se todo mundo cresceu, o Anjo da Guarda também: o personagem Ângelo trouxe a primeira grande polêmica para o universo da TMJ por causa do seu nome; apresentado inicialmente como Céuboy, (referência oposta à Hellboy) o nome não pegou e foi descartado logo na quarta edição, mas valeu a zoação por muitas e muitas histórias depois!

 Mas teve um que pra mim, se superou em termos de evolução:


{Coluna} Especial: 10 anos da Turma da Mônica Jovem - Parte 2


Oi Pessoal! Estamos de volta (com alguns dias de atraso!!) com a segunda parte da série especial comemorando os 10 anos da Turma da Mônica Jovem. No primeiro post contamos um pouco sobre como surgiu este projeto, como foi recebido pelo público e os produtos criados como chamariz para o novo título (se você não leu clique aqui!), e hoje vamos falar sobre como os desenhos se modificaram ao longo desses anos.

{Crítica} Obsessão



Se alguns filmes nos deixam sem palavras, esse Obsessão me deixou foi sem comentários. Como eu estava comprometida á escrever uma crítica dele quando conseguisse assisti-lo (gripada, ao lado dos meus pais e as duas da manhã), missão dada é missão cumprida! Assisti quase um mês depois que terminei de ler o livro que o inspirou, e que por aqui foi lançado com o título original: Paperboy. E justamente por não tê-lo achado uma obra-prima, ainda que tenha prendido minha atenção o suficiente á ponto de eu querer ver o filme, tentei não manter tanta expectativa.

Jack, um moço de vinte e poucos anos, recém-expulso da faculdade, vai trabalhar como motorista para dois repórteres de um grande jornal, o arrogante Yardley e o ingênuo Ward (este, o irmão mais velho de Jack). Os jornalistas estão na cidade cobrindo a prisão supostamente injusta de um ser bizarro chamado Hillary Van Wetter, acusado da morte do xerife local, Por incrível que pareça, o cara em questão tem uma noiva, Charlotte, e foi ela quem chamou os repórteres e vai se tornar centro de uma quadrilha amorosa quando vira o interesse de Jack.

{Resenha} Uma Casa no Fundo de Um Lago



Título: Uma Casa No Fundo de Um Lago
Autor: Josh Malerman
Editora: Intrínseca
ISBN: 8551003852
Número de Páginas: 160
Ano: 2018
Classificação: 

James e Amélia têm dezessete anos. Em comum, além da idade, têm o fato de estarem um a fim do outro e de serem tomados pelo nervosismo quando James chama Amélia para sair. Mas tudo parece perfeito para um primeiro encontro: um passeio de canoa pelos lagos, levando um cooler cheio de sanduíches e cervejas.
À medida que se aprofundam na exploração, os dois chegam a um lago escondido e encontram algo impressionante debaixo d'água. Um lugar perigosamente mágico: uma casa de dois andares com tudo que tem direito — móveis, um jardim, uma piscina e uma porta da frente, que está aberta.
Enquanto, fascinados, vasculham o imóvel e tentam passar uma boa impressão para o outro, cresce o medo. Será que um local misterioso como aquele esconde alguém — ou algo — vivo? Uma coisa é certa: depois de mergulhar nos mistérios da casa no fundo do lago, a vida deles jamais voltará a ser a mesma.

Josh Malerman é um escritor que pode ser considerado um divisor de águas quanto a reação dos leitores aos seus livros: ou amam ou odeiam, dificilmente tem um meio termo, isso desde Caixa de Pássaros (que se tornou um dos meus livros favoritos, razão pela qual eu continuo lendo os livros dele). Tive uma ótima experiência com Caixa de Pássaros, porém não foi a mesma coisa com Piano Vermelho, mas ainda assim resolvi tentar a leitura com Uma Casa no Fundo de Um Lago: a experiência acabou não sendo uma das melhores também.